Tel: +351 279 342 847 >>> Email : geral@misericordiamogadouro.com


(Mogadouro, Santiago, Zava, Figueira, Bruço, Peredo, Castelo Branco, Vilar do Rei, Vale de Porco, Remondes, Paradela, Vale-da-Madre)

Em todas estas localidades fomos visitar Igrejas, Capela, Fontes, Lar de idosos, jardins, conviver com pessoas conhecidas de alguns dos idosos, relembrando o seu passado recente.

Relativamente à Vila de Mogadouro visitamos: a zona nova (casa das artes, biblioteca, cuidados continuados, jardins, paragem de autocarros, hemodiálise, piscinas, campo de futebol, castelo, igrejas, capelas, zona industrial, o ecoponto, entre outro tipo de industrias…

“…como isto mudou! Nem parece Mogadouro…”; “…onde estamos?! O que é isto!? Está tudo muito diferente…antigamente…!”


Teresa

(Utente da Santa Casa da Misericórdia de Mogadouro)

 

Viagem a Meirinhos

No decorrer da tarde de 11 de Junho de 2008 foi realizada uma pequena viagem à aldeia de Meirinhos (Concelho de Mogadouro), onde fomos visitar a igreja, a fonte, a ponte e a capela de São Antão, sem esquecer o convívio que se gerou com as pessoas daquela aldeia.

“No dia 11 de Junho fomos a Meirinhos,

A ver a grande pontão.

Vimos a linda Paisagem,

E também o Santo Antão.

 

Já demos mais passeios,

Para nos divertir.

E se tivermos saúde,

A muitos mais havemos de ir”

Carolino Alves

(Utente da Santa Casa da Misericórdia de Mogadouro)

 

Viagem a Valverde

 

Neste dia a pedido de alguns idosos pertencentes a esta aldeia, fomos visitar a Igreja, o jardim e rever alguns familiares e amigos.

“Já estou de novo na minha terra…” (sorriso de muita alegria) “…esta é a minha casa…”; “esqueci-me das chaves de casa…!”

Odelta

(Utente da Santa Casa da Misericórdia de Mogadouro)

Viagem a Brunhoso

No decorrer deste percurso, fomos visitar a aldeia de Brunhoso, onde surgiu um convívio intergerações, onde havia idades compreendidas entre os 3 e os 80 e poucos anos de idade…

“…ainda dizem que não há crianças…!”; “…esta gente é muito simpática…”

Soledade

(Utente da Santa Casa da Misericórdia de Mogadouro)

 

 

Visita a Azinhoso

Foi mais uma das divertidas visitas, desta vez à aldeia de Azinhoso. Na estrada de Mogadouro para Vimioso, percorridos escassos 5 Km, situa-se o Azinhoso. As ruas direitas e espaçosas, as casas de cunho aristocrátas e sobretudo o seu elegante e bem conservado Pelourinho, indicam tratar-se de uma antiga vila.

A monumentalidade da Igreja Matriz domina o casario e absorve a nossa atenção. Localizada num dos Caminhos de Santiago de Compostela, tornou-se, ela própria, um grande centro de romagem e peregrinações.

No Museu de Arte Sacra, instalada na antiga capela da Misericórdia, pode observar-se ainda, muito do rico espólio artístico daquela que foi, até à criação da Diocese de Miranda, o posto avançado da Arquidiocese de Braga em terras do Nordeste.

Pelourinho era símbolo da autonomia e da jurisdição dos concelhos. Representando o poder jurisdicional municipal, servia também como instrumento de castigo para os criminosos. Esta autonomia dos concelhos era concedida pelos reis através de uma Carta de Foral.

Visitamos ainda o Túmulo de D. Luís de Madureira, onde tem um arco tumular de um Vigário Geral do Arcebispo de Braga ali residente.

Esta viagem foi realizada com crianças e idosos pertencentes a esta instituição, o que fez com que obtivéssemos visita guiada destas infra-estruturas por parte dos idosos para as crianças, visto que estas não conheciam bem estas antiguidades…

Posted by Misericórdia de Mogadouro

Misericórdia de Mogadouro

view all posts

A Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Mogadouro foi fundada em 1559 através de Bula do Papa Pio IV quando ainda o distrito de Bragança pertencia à diocese de Braga. Iniciou a sua actividade eminentemente social, tendo como sede um primitivo hospital, já demolido muito próximo da actual Igreja da Misericórdia.


0 Comentários

Formulário de Comentários

ir para o topo